noticias

Leandro Gomes de Barros foi homenageado na XII Bienal do Livro do Ceará

Foto: Felipe Abud

O cordelista Leandro Gomes de Barros foi homenageado (in memorian), na tarde desta quinta-feira, 20/4, na Praça do Cordel, durante a XII Bienal Internacional do Livro do Ceará. A professora Ione Severo, que desenvolve pesquisa sobre a obra do escritor popular, recebeu, das mãos do secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano dos Santos Piúba, a condecoração em formato de livro.

Foto: Felipe Abud

“Estamos fazendo essa homenagem a grandes mestres da cultura popular nesta Bienal. Na abertura, tivemos a presença de Bule Bule e Geraldo Amâncio, dois homenageados. Agora, temos aqui uma homenagem ao paraibano considerado pai do cordel”, destacou o secretário.

A pesquisadora Ione Severo agradeceu. “Esse é um reconhecimento muito importante, pois nós levamos a poética e a vida de Leandro. Isso me deixa com mais vontade de valorizar a literatura e a poesia popular”, comentou.

Participaram também da homenagem o coordenador da programação da Praça do Cordel, Klévisson Viana; a coordenadora geral da Bienal, Mileide Flores; e o curador da Bienal, Kelsen Bravos.

Foto: Felipe Abud

Leandro Gomes de Barros é paraibano, natural de Pombal. O autor tem quase mil obras catalogadas em coleções como a da Casa de Rui Barbosa.

Acompanhe a cobertura fotografia completa da XII Bienal Internacional do Livro do Ceará , em nosso flickr. Acesse aqui.