post
Encontro acontece nesta quinta-feira (25), na Biblioteca Pública do Estado do Ceará/Espaço Estação. Obra de Raduan Nassar é uma das homenageadas da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará

Após o lançamento da série de podcasts sobre o mercado editorial no País, a XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará realiza outra ação pré-Bienal. Em homenagem ao Dia Nacional do Escritor, nesta quinta-feira, 25/7, a escritora Ana Miranda, curadora desta edição do evento, realiza uma leitura da obra “Lavoura Arcaica”, de Raduan Nassar, com mediação da jornalista Ivna Girão.

O encontro acontece nesta quinta-feira (25), na Biblioteca Pública do Estado do Ceará/Espaço Estação. Obra de Raduan Nassar é uma das homenageadas da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará

O encontro é aberto ao público e acontece na Biblioteca Pública do Estado do Ceará/Espaço Estação, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult).
Ana Miranda é escritora cearense com ampla projeção nacional e internacional, romancista, desenhista, autora de dezenas de obras e ganhadora de vários prêmios, entre eles três Jabutis. Suas obras já foram traduzidas para várias línguas.

Lançado em 1975, “Lavoura Arcaica” é um dos três livros homenageados na Bienal de 2019, que acontece de 16 a 25 de agosto no Centro de Eventos do Ceará. O romance de Nassar narra a história de André, jovem do meio rural arcaico que resolve abandonar sua numerosa família do interior para ir morar em outra pequena cidade, fugindo da vida asfixiante da lavoura, da rigidez moral de seu pai e de sua paixão incestuosa pela irmã Ana.

O livro ganhou, em 1976, o prêmio Coelho Neto para Romance, da Academia Brasileira de Letras, além do prêmio Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro (na categoria de Autor Revelação) e Menção Honrosa, bem como o reconhecimento de Autor Revelação da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA).

Em 2001, “Lavoura Arcaica” foi adaptado para o cinema, em filme homônimo dirigido e roteirizado por Luiz Fernando Carvalho. A versão cinematográfica recebeu mais de 50 prêmios e, em novembro de 2015, entrou na lista feita da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos.

Embora com apenas três livros publicados, Raduan Nassar é considerado pela crítica especializada um dos grandes escritores do País, comparado a cânones como Clarice Lispector e Guimarães Rosa. Em maio de 2016, ele recebeu o Prêmio Camões, instituído pelos governos do Brasil e de Portugal e tido como o mais importante prêmio literário da língua portuguesa.


Serviço: 
Dia Nacional do Escritor – Leitura de “Lavoura Arcaica”, com Ana Miranda
Quinta-feira, 25/7, às 15h30.
Local: Rua 24 de Maio, 60 Centro – Fortaleza
Informações: (85) 3101.2546 / 3101.6799