Vem aí a XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará! Com o tema " As cidades e os livros" o evento abrigará espaços que prestigiam os diversos caminhos que a literatura percorre no Estado como: Salão do Professor; Mestres da Cultura; Letras de Mulher; Literatura, Juventude e Periferia e muito mais! 📚Evento Gratuito📚Data: 16 a 25 de Agosto📍 Local: Centro de Eventos do CearáMais informações pelo link na bio#BienaldoLivroCE #GovernodoCeará

Posted by Bienal do Livro do Ceará on Monday, July 29, 2019

“As cidades e os livros” é o grande tema da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, que será realizada em Fortaleza, de 16 a 25 de agosto  de 2019, no Centro de Eventos do Ceará. O evento é uma iniciativa do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Secult), em parceria com o Instituto Dragão do Mar e apoio do Ministério da Cidadania, através da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura. Neste ano, a Bienal estará sob a curadoria da escritora Ana Miranda e dos escritores e professores Inês Cardoso e Carlos Vasconcelos, com a coordenação de Goreth Albuquerque, também coordenadora da política de livro, leitura, literatura e bibliotecas da Secult.

Evento estruturante na política cultural do Estado, a Bienal do Livro irá apresentar durante os dez dias de programação atrações literárias e artísticas, englobando palestras, mesas redondas, conferências, oficinas, contações de histórias, lançamentos de livros e outros eventos literários, além de apresentações com artistas de reconhecimento local, nacional e internacional, combinando uma programação diversa e de acesso gratuito.

Além de ser um espaço para fruição artística, a Bienal será um espaço de construção de políticas do livro, leitura, literatura e bibliotecas, criando momentos para ouvir a opinião da sociedade e entidades envolvidas. O acesso ao livro e à leitura também é um pilar da política, expresso na Bienal do Livro, por meio da mobilização das secretarias da educação, estadual e municipais, e com escolas particulares, para que estudantes de todo o Estado participem do evento.

Espaços da Bienal

O Café Literário é um espaço de convivência e promoção literária, realização de bate-papo com autores e público e lançamentos de livro. O Espaço Natércia Campos será organizado pela Academia Cearense de Letras, para promoção da Literatura Cearense. O Espaço Cordel reúne cordelistas, repentistas, xilogravuristas e todas as expressões da Cultura do Cordel. O Espaço Juventude oferece um conjunto de programação para o público jovem – de todas as idades – atendendo o pré-adolescente e o jovem adulto, com temáticas específicas. Neste espaço, oferta-se também atividades dedicadas as diferentes vertentes juvenis, com programações durante todo o dia. O Espaço Leitura e Infância oferece ampla programação para crianças. O Espaço do Professor é destinado a palestras e lançamentos para o segmento da educação, envolvendo a literatura e o fomento à leitura.

Já o Espaço Letra de Mulher dá visibilidade à produção e ao debate sobre a mulher no campo editorial. Por fim, o Espaço de Memória, Patrimônio e Museus irá apresentar os Mestres e Mestras da Cultura do Estado, para fortalecer o campo da literatura oral dentro da Bienal. A proposta de programação traz a abertura de rodas de saberes, reunindo  um vasto repertório de nossas culturas orais: a literatura de cordel, os romances, os contos e danças populares, as narrativas afro-brasileiras, indígenas, os cantos de trabalho, as brincadeiras das crianças, as expressões linguísticas, as liturgias sincréticas que se manifestam em uma infinidade de palavras contadas, brincadas, cantadas, dançadas, dramatizadas e que ainda fazem parte da vida de muitas comunidades brasileiras, conforme afirma a escritora e pesquisadora Regina Machado, assessora deste eixo para a Bienal 2019.

Mais da programação

– Livro Técnico: Espaço destinado à divulgação e ao debate de títulos e autores voltados para áreas específicas do conhecimento, tais como arte, engenharia, direito, administração, psicologia, agronomia, culinária, moda, design etc, trazendo como destaque da programação o tema “Livros Revolucionários”, cuja proposta é homenagear obras significativas em suas respectivas áreas, comentadas por especialistas ou pelos próprios autores. Dentre as obras de relevância que serão comentadas está o livro “Pedagogia do Oprimido”, de Paulo Freire, que completa 50 anos. A parceria com a escola Porto Iracema das Artes fortalece as comemorações em torno do livro com uma programação que integra o programa “Paulo Freire a bombordo: Paulo Freire e as poéticas da existência”, que discute referências estéticas a partir do educador.  Além disso, aborda os vários temas contemporâneos, colocando em cena as lutas e as reflexões em torno das questões identitárias: mulher, negritude, gênero, juventude, linguagem, educação, medo e tudo que transversaliza o ser humano e os seus espaços.

– Espaço Ponto de Leitura: Espaço reservado à leitura pública dos livros homenageados na Bienal; o internacional “Terra Sonâmbula”, de Mia Couto, o nacional “Lavoura Arcaica”, de Raduan Nassar e o cearense “A casa”, de Natércia Campos. O microfone será franqueado a qualquer visitante que deseje ler trechos de uma das obras.

– Encontro do Mercado Editorial: Representantes do mercado editorial, livreiros e autores debaterão sobre a atual situação do livro, no país, considerando a produção do livro, a distribuição, a comercialização, e o papel das políticas públicas para o mercado editorial.

– Clubes de Leitura (saraus): Um dos mais recentes e interessantes fenômenos no universo literário tem sido a proliferação dos clubes de leitura. Descobrir e redescobrir livros, debater e sugerir leituras, incorporar novidades e reinaugurar clássicos é o que promovem esses grupos que já consolidaram seu papel nos mais variados recantos da cidade ‒ livrarias, bibliotecas, escolas, universidades, residências, praças ‒ e entre todas as faixas etárias. Os clubes de leitura fortalecem o hábito do livro na mão, aquecem o mercado e colaboram significativamente para a circulação de mais títulos e autores.


Serviço: 
XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará
De 16 a 25 de agosto, de 10h às 22h
Centro de Eventos do Ceará.